Convivência Com Cachorros Socorro No Tratamento De Pacientes Psiquiátricos

16 Feb 2018 06:57
Tags

Back to list of posts

is?Ouc0kuAE6FrleOjOVnpg7d4OBtL8oO5iuk0QsRgJdBo&height=207 Uma clínica psiquiátrica pela cidade de Elizondo, pela Espanha, usa o afeto dos cães de estimação para colaborar no tratamento de doenças como a esquizofrenia. A clínica Benito Menni Uxua Lazkanotegi fica nas montanhas perto da fronteira da Espanha com a França. Os cães ajudam os pacientes com doenças mentais e deficiência intelectual a desenvolverem habilidades sociais e senso de liberdade.As sessões com os animais acima de 8 meses têm um efeito calmante, de acordo com a Reuters, e ajudam pacientes com problema de se conectarem com outras pessoas a aguentar com suas emoções. Os cães brincam com os pacientes mais ativos e ficam parados junto com aqueles para que pessoas a locomoção é um estímulo diário. Contrário de novas clínicas, os cachorros Atila e Argi vivem junto com os pacientes e são cuidados por eles. Reuters o enfermeiro chefe da Benito Menni Uxua Lazkanotegi.Qualquer criador sabe: o tempo de criação curto e os filhotes abundantes são os ingredientes básicos de uma seleção genética animal rápida e produtivo. Há séculos, os seres humanos selecionam e aperfeiçoam raças de cachorro capazes de cumprir os mais diversos papéis e funções sociais. As raças são também símbolos de status, beleza, segurança, fortuna, força. Diabetes canina dois DE OUTUBRO 113 Sobre isso Denominações Pentecostais/ Artigo religioso Fazer bolinhasÉ animado, porém um serviço de seleção bastante igual assim como foi feito pelos cachorros, sem que os seres humanos percebessem. Foi assim sendo na Babilônia, nas cidades gregas e no Império Romano. Foi assim sendo no Brasil, é claro. Nas ruas e nos subúrbios das metrópoles, nas fazendas e nos menores sítios, nas margens dos rios amazônicos ou no meio da caatinga, nas favelas e nos lixões.No caso dos vira-latas, as condições ambientais e as leis de Darwin selecionaram o melhor sucesso reprodutivo e adaptativo. O vira-lata brasileiro é um cão autônomo, de amplo inteligência e com gigantesco competência de conformação. Seus formato e tamanho são médios. Sua pelagem é curta e de cores ajustadas às condições ambientais, variando do negro ao bege-claro.Correm, nadam, sabem dissimular e têm todos os sentidos aguçados e bastante equilibrados. Várias pessoas certamente ficariam pela incerteza em discernir o nome de certa raça de cachorro com pedigree, entretanto poucos hesitariam em distinguir um vira-lata, um rasga-saco, um pé-duro ou um, na linguagem formal dos veterinários, SRD (ou sem raça definida).O SRD tolera e resiste a doenças e enfrenta sozinho condições ambientais adversas nas quais outros cães não teriam nenhuma chance de sobrevivência, seja no meio do mato, seja pela área rural ou mesmo nos grandes centros urbanos. Oposto aos cachorros de raça, especialistas por meio ambiente, o vira-lata é antes de tudo um generalista.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License